Faturação Eletrónica

Outras Soluções

A Faturação Eletrónica na Nova Zelândia, via rede Peppol  

Subscrever Newsletter
Partilhar

A Faturação Eletrónica na Nova Zelândia, via rede Peppol  

A MBIE (Ministério de Negócios, Inovação e Emprego) é o Ministério responsável por supervisionar a estrutura de faturação eletrónica da Nova Zelândia. Desde dia 1 de março de 2022 que as entidades públicas centrais naquele país devem estar aptas a receber faturas eletrónicas, caso algum fornecedor opte por esta forma de envio. 

 

O que é a Autoridade Peppol da Nova Zelândia? 
A OpenPeppol delega autoridade sobre o uso da sua infraestrutura tecnológica dentro de um domínio ou jurisdição definido para uma Autoridade Peppol local, geralmente com base no país ou região de operação. 

A Nova Zelândia (administrada pelo Ministério de Negócios, Inovação e Emprego – MBIE) é uma Autoridade Peppol, da mesma forma que na Austrália, a Australian Taxation Office é também uma Autoridade Peppol. 

 

A jornada de faturação eletrónica da Nova Zelândia começou com o anúncio conjunto dos governos da Austrália e da Nova Zelândia sobre a adoção do standard PEPPOL para o Trans-Tasman Electronic Invoicing Framework em fevereiro de 2019. Para permitir uma implementação mais eficaz de faturas eletrónicas, as autoridades PEPPOL foram estabelecidas em ambos os países. O Ministério de Negócios, Inovação e Emprego (MBIE) da Nova Zelândia supervisiona este processo. Ao digitalizar o ecossitema de faturação do país, o governo da Nova Zelândia pretende economizar 4,4 biliões de dólares em dez anos e pretende que 90% das transações B2G (Business to Government) sejam realizadas através de faturas eletrónicas até julho de 2026. 

  

A fatura eletrónica é obrigatória na Nova Zelândia? 

  

Embora as pequenas empresas estejam isentas da exigência, grandes empresas e organizações governamentais devem estar aptas a receber faturas eletrónicas desde 31 de março de 2022. 

  

As pequenas empresas podem utilizar a faturação eletrónica de com carácter voluntário caso tenham um software de contabilidade habilitado para PEPPOL e se o fornecedor concordar em receber a fatura em formato eletrónico. 

   

Quais são os requisitos da faturação eletrónica na Nova Zelândia? 

  

Para utilizar a faturação eletrónica na Nova Zelândia, as empresas devem ter um ponto de acesso PEPPOL e um número comercial da Nova Zelândia (NZBN). Os requisitos são formalizados com a Austrália sob o Trans-Tasman Electronic Invoicing Arrangement de 25 de outubro de 2018. 

  

Quando uma empresa se regista, um NZBN é-lhe automaticamente atribuído. Caso não tenha este número atribuído, poderá solicitar um NZBN ou procurar os números existentes na rede oficial da Nova Zelândia. 

  

   

Haverá assinatura digital para as faturas e qual o formato? 

  

Não existe qualquer obrigatoriedade relacionada com a assinatura de faturas eletrónicas. O formato utilizado para será o standard PEPPOL BIS Billing 3.0. 

  

Qual o prazo para o arquivo de faturas? 

  

As faturas eletrónicas devem ser arquivadas por um período de 7 anos. 

  

Quais são os benefícios esperados com a implementação da Faturação Eletrónica? 

 

Como envolve menos processamento manual do que a faturação em papel, a faturação eletrónica torna as operações comerciais mais simples, rápidas e seguras em toda a Nova Zelândia. 

  

A redução dos custos de processamento contribuem para maiores poupanças por parte das empresas, para além da otimização das relações comerciais e redução do risco de fraude, atrasos e dificuldades administrativas. 

 

A Sovos Saphety é por enquanto o único operador de faturação eletrónica que funciona como ponto de acesso em Portugal para o fornecimento destes serviços via Peppol para a Nova Zelândia.

 
  

 

Big Data meets Big Brother

Big Data meets Big Brother    Num mundo cada vez mais global e digital, está em curso uma enorme revolução e mudança de paradigma no que diz respeito à relação entre empresas e governos. A conformidade fiscal que as empresas devem assegurar em qualquer mercado onde atuam, confrontadas com diferentes legislações, requisitos e formatos de […]

Alemanha: Parlamento aprova obrigatoriedade da faturação eletrónica B2B a partir de 2025

Alemanha: Parlamento aprova obrigatoriedade da faturação eletrónica B2B a partir de 2025   O parlamento alemão aprovou hoje a Lei de Oportunidades de Crescimento (Wachstumschancengesetz – a Lei), relativa a várias questões fiscais, incluindo a obrigatoriedade da faturação eletrónica B2B a nível nacional.   Originalmente, a lei foi marcada para votação no final de 2023, […]

Emirados Árabes Unidos: Ministério das Finanças divulga detalhes do plano de faturação eletrónica

Emirados Árabes Unidos: Ministério das Finanças divulga detalhes do plano de faturação eletrónica   O Ministério das Finanças dos Emirados Árabes Unidos (MoF) revelou os planos para o sistema de faturação eletrónica previamente anunciado  a 14 de fevereiro de 2024.   O MF está a iniciar um regime que combina a elaboração de relatórios CTC […]

Mais posts

Links Rápidos