Faturação Eletrónica

Outras Soluções

Congresso Espanhol aprova Fatura Eletrónica obrigatória para B2B

Subscrever
Partilhar

Congresso Espanhol aprova Fatura Eletrónica obrigatória para B2B

 

O Congresso Espanhol aprovou a Lei de Criação e Crescimento de Empresas, que deverá ser publicada no Boletín Oficial del Estado (BOE) nos próximos dias.

 

Esta Lei também altera a Lei 56/2007 de Medidas de Promoção da Informação para adotar a obrigatoriedade de emissão de faturas eletrónicas para todos os empresários e profissionais em relações comerciais (B2B).

 

Introdução da fatura eletrónica obrigatória em Espanha para o setor privado

 

De acordo com esta Lei, todos os empresários e profissionais devem emitir, enviar e receber faturas eletrónicas em relações comerciais com outros empresários e profissionais (B2B). Além disso, o destinatário e o remetente das faturas eletrónicas devem fornecer informações sobre o status das faturas.

 

As principais regras da Lei relacionadas à fatura eletrónica estabelecem que:

 

  • As soluções e plataformas tecnológicas de faturação eletrónica oferecidas pelas empresas prestadoras de serviços a empresários e profissionais devem garantir a sua interligação e interoperabilidade gratuitamente;
  • Os destinatários podem solicitar uma cópia de uma fatura eletrónica por quatro anos a partir da data de emissão sem incorrer em custos adicionais;
  • Os destinatários não podem forçar o emissor da fatura a usar uma solução, provedor de faturação eletrónica (ERP)  padrão ou plataforma;
  • As faturas eletrónicas devem cumprir as disposições dos regulamentos de faturação.

O processo de acreditação da interligação e interoperabilidade das plataformas será posteriormente determinado pela regulamentação.

 

Obrigações adicionais de faturação eletrónica para determinados setores

 

A lei estabelece que as empresas que prestam determinados serviços a consumidores finais devem emitir e enviar faturas eletrónicas (B2C) sempre que solicitado e aceitação de receção. Esta obrigação afeta as empresas prestadoras de serviços de telecomunicações, serviços financeiros, serviços de água, gás e eletricidade, entre outros setores e atividades previstos no artigo 2.2 da Lei 56/2007.

 

Essas empresas devem fornecer acesso aos programas necessários para que os usuários possam ler, copiar, fazer download e imprimir a fatura eletrónica gratuitamente sem precisar de recorrer a outras fontes para obter os aplicativos necessários. Devem ainda permitir processos simples e gratuitos para que os utilizadores possam revogar a qualquer momento o consentimento dado à receção de faturas eletrónicas.

 

As empresas abrangidas pelo âmbito que se abstenham de oferecer aos utilizadores a possibilidade de receber faturas eletrónicas serão sancionadas com advertência ou multa até 10.000 euros.

 

Próximo passo: Estrutura Regulamentar

 

O Governo irá desenvolver as disposições desta Lei de acordo com os regulamentos e no âmbito das suas competências. Assim, os Ministérios da Economia e Transformação Digital e das Finanças e da Administração Pública determinarão as informações e os requisitos técnicos a incluir na fatura eletrónica para verificação das datas de pagamento e obtenção dos prazos de pagamento.

 

Também é necessário estabelecer os requisitos mínimos de interoperabilidade entre os provedores de soluções de faturação eletrónica (ERPs) e os requisitos de segurança, controle e padrão dos dispositivos e sistemas informatizados que emitem os documentos.

 

O Governo terá 6 meses a partir da publicação desta Lei no Diário da República para aprovar o quadro regulamentar.

 

Entrada em vigor da faturação eletrónica B2B obrigatória em Espanha

 

As disposições relativas à faturação eletrónica B2B obrigatória entrarão em vigor em função do volume de faturação anual:

  • Os empresários e profissionais com faturação anual superior a 8 milhões de euros terão um ano após a aprovação do quadro regulamentar;
  • Para os restantes empresários e profissionais, a obrigatoriedade da fatura eletrónica entrará em vigor dois anos após a aprovação do quadro regulamentar.

 

Isto significa que a obrigatoriedade da faturação eletrónica B2B poderá entrar em vigor para grandes sujeitos passivos no primeiro trimestre de 2024.

 

Importa realçar que a entrada em vigor da obrigatoriedade da faturação eletrónica B2B está condicionada à obtenção da exceção comunitária aos artigos 218.º e 232.º da Diretiva IVA. Esta exceção é menos difícil de obter do que anteriormente foi concedida noutros Estados Membros, como Itália, França e Polónia, para permitir que adotem o regime obrigatório de faturação eletrónica nas suas jurisdições.

 

Saiba mais sobre o cumprimento legal e faturação eletrónica noutros mercados em: https://www.saphety.com/compliance-network ou contacte-nos.

 

Transcrito do texto original: https://sovos.com/blog/vat/spanish-congress-approves-mandatory-b2b-e-invoicing/?utm_medium=social&utm_source=linkedin&utm_campaign=spanish-congress-approves-mandatory-b2b-e-invoicing&utm_term=vat-emea&utm_content=blog

 

A Saphety foi adquirida pela Sovos.

 

Outros posts

Subscrever

Webinar Series: Vantagens da Faturação Eletrónica para os fornecedores do Setor Público

Webinar Series: Faturação Eletrónica   Vantagens da Faturação Eletrónica para os fornecedores do Setor Público A Sovos Saphety organiza uma série de Webinars mensais dedicados à Faturação Eletrónica, abordando o seu enquadramento legal, importância e vantagens para organizações do sector público e privado. Nesta edição, Pedro Sepúlveda e Diogo Cardoso da Sovos Saphety vão discutir as vantagens da Faturação Eletrónica […]

6 coisas a considerar quando existem alterações nas Taxas de IVA

6 coisas a considerar quando existem alterações nas Taxas de IVA   Nos últimos meses, temos ajudado clientes com alterações nas taxas de IVA dentro e fora da UE. A razão para essas mudanças nas taxas de IVA varia, sendo um objectivo de reduzir a inflação, ação para ajudar famílias com o custo de vida, […]

Brasil introduz Norma Nacional para o serviço de Faturação Eletrónica

Brasil introduz Norma Nacional para o serviço de Faturação Eletrónica   O Brasil é conhecido pelo seu sistema de faturação eletrónica e de controlos de transações contínuas (CTC) altamente complexo. Além das mudanças legislativas diárias nos seus 26 estados e no Distrito Federal, o país possui mais de 5.000 municípios com diferentes padrões de faturação […]

Mais posts
Loading

    Links Rápidos