Faturação Eletrónica

Outras Soluções

Flexcash – o futuro do funcionamento das empresas?

Subscrever
Partilhar

Na continuação do seu ciclo de webinares, a Saphety diversifica os temas em debate e trouxe-nos, desta vez, o Diretor de Marketing de Empresas da Caixa Geral de Depósitos, Paulo Nina, para falar do financiamento de faturas. A Caixa Geral de Depósitos, em parceria com a Saphety, desenvolveu uma plataforma inovadora, totalmente digital, através da qual se pretendem estabelecer ligações empresariais de serviços financeiros.

 

O Flexcash encontra-se já disponível online, quer no sistema de confirming, quer em factoring, apesar de este último estar ainda numa fase inicial. Este serviço foi desenvolvido em parceria com dois operadores importantes a nível nacional, o que permitiu criar uma plataforma, bastante simples e clara na ótica prática do utilizador e também extremamente segura e robusta, enquanto ferramenta digital financeira.

 

Paulo Nina afirmou que estes dois operadores parceiros trouxeram ao Flexcash uma mais-valia, no que respeita à eficiência e à eficácia do produto digital, devido à sua experiência no setor.

 

Além disso, salientou aspetos diferenciadores desta solução, agora criada, em relação a produtos semelhantes já existentes no mercado:

  • É uma rede empresarial interativa na qual clientes e fornecedores aderem digitalmente;
  • Permite realizar uma eficiente antecipação e controlo de créditos;
  • A rede alarga-se através de convites digitais;
  • A adesão é gratuita;
  • O cliente não é obrigado a ter conta na CGD.

 

Os clientes que procuram este tipo de serviço são muitos e com motivações muito distintas. De um modo geral, os grandes operadores pretendem garantir que os seus fornecedores tenham uma eficiente gestão de tesouraria e capacidade de antecipar os seus créditos.

 

MAIORES VANTAGENS DO FLEXCASH

A grande vantagem deste tipo de solução é o facto de poder ser acedida a qualquer hora e em qualquer lugar, através de qualquer tipo de equipamento com acesso à Internet. O serviço não está dependente do horário de funcionamento do balcão físico do banco.

Outra grande vantagem passa pela capacidade de antecipação de crédito em 24 horas, à distância de um clique. O cliente efetua o seu pedido e, em 24 horas, tem o crédito disponível na conta. É um processo de simplificação de sistemas. Além disso, ambas as partes têm acesso aos dados, valores e datas previstas dos pagamentos, podendo assim realizar uma gestão eficaz de tesouraria, seja para quem paga, seja para quem recebe, com uma real redução de custos.

 

 

A Caixa Geral de Depósitos tem vindo a apostar em soluções digitais, pois considera que estas são o futuro do funcionamento das empresas, em geral, sobretudo na época em que vivemos. Assim, Paulo Nina acrescentou que o banco tem sido contactado por empresas estrangeiras, interessadas em aderir ao Flexcash, o que vem confirmar o caráter global dos produtos disponibilizados.

 

O Diretor de Marketing de Empresas afirmou que, na era digital em que nos encontramos, faria todo o sentido que a Caixa Geral de Depósitos criasse uma solução empresarial 100% digital, que se encadeasse no sistema de faturação eletrónica. Lembrou que este sistema era já obrigatório nas empresas, pelo que o banco apenas avançou com um produto que facilitaria a gestão do processo comercial, desde a emissão da fatura até ao seu pagamento.

 

Em suma, na visão de Paulo Nina, a parceria estabelecida entre a Caixa Geral de Depósitos e a Saphety foi extraordinária, uma vez que permite o controlo da faturação digital em tempo real e isso diminui enormemente a possibilidade de fraude ou de outras falhas no sistema de gestão financeira de uma empresa.  Deste modo, o banco poderá, igualmente, satisfazer as necessidades de tesouraria dos seus clientes empresariais.

Outros posts

Subscrever

Faturação no Chile – operações de câmbio

Faturação no Chile – operações de câmbio   A Faturação no Chile foi alterada a 1 de dezembro de 2022,  aquando da entrada em vigor da resolução 66 dos Serviços Internos de Receita do Chile.   Este novo regulamento diz respeito às organizações com operações em moeda estrangeira. Bancos, corretoras de valores, casas de câmbio […]

Sérvia: Alterações às Leis de Faturação Eletrónica, Fiscalização e IVA

Sérvia: Alterações às Leis de Faturação Eletrónica, Fiscalização e IVA   A Sérvia está na reta final para implementar a fatura eletrónica obrigatória, que entrou em vigor a 1 de janeiro de 2023. Algumas alterações ainda estão a ser pensadas de modo a permitir a introdução total da faturação eletrónica obrigatória para B2B. Em 12 […]

Polónia: Faturação Eletrónica através do KSeF

Polónia: Faturação Eletrónica através do KSeF   Polónia publica projeto lei sobre faturação eletrónica obrigatória através do KSeF   A 1 de dezembro de 2022, o Ministério das Finanças da Polónia publicou o projeto lei que altera a Lei do IVA relativamente à introdução da fatura eletrónica obrigatória no Sistema Nacional de Faturação Eletrónica (KSeF). […]

Mais posts
Loading

    Links Rápidos