Jornal de Negócios
7.3.2019

18 anos depois, Sonae IM vende 100% da Saphety aos gestores

18 anos depois, Sonae IM vende 100% da Saphety aos gestores.

A tecnológica foi criada dentro da Sonae em 2001 para prestar um serviço de compras electrónicas. 18 anos depois, o braço de investimento da empresa nacional vendeu a Saphety aos gestores.

Sonae Investment Management (Sonae IM), a AITEC e o BPI anunciaram esta quinta-feira, 7 de janeiro, que chegaram a acordo para vender 100% do capital da Saphety aos membros da sua equipa de gestão, que são apoiados pela Oxy Capital. Não foi revelado o valor da operação.

A Saphety existia desde 2001 dentro do universo Sonae, resultando de um spin-off interno que começou por ser um prestador de serviços de compras eletrónicas, mas que depois se expandiu para outras áreas tecnológicas. A título de exemplo, a empresa ganhou em 2016 um concurso da operadora de telecomunicações brasileira Oi para implementar uma solução de faturas electrónicas para empresas.

"A Saphety oferece soluções Software-as-a-Service para faturação eletrónica, 'electronic procurement' e sincronização de dados, com escritórios em Portugal, Brasil e Colômbia", lê-se no comunicado enviado às redações, prestando serviços a empresa das áreas de "retalho, serviços financeiros, telecomunicações, indústria e setor público".

Apesar de não revelar o valor, as declarações de Eduardo Piedade (na foto), CEO da Sonae IM, sugerem que houve lucro face ao investimento feito na tecnológica. "A nossa atividade passa por investir em empresas tecnológicas, apoiar no seu crescimento, internacionalização, e vender mais tarde para gerar mais valias, como neste caso", afirma o líder do braço de investimento da Sonae, desejando "o maior sucesso" aos novos donos da Saphety. 

A Sonae não só era a dona como era um dos principais clientes da tecnológica. Em 2016, a Sonae representava entre 10% a 15% do volume de negócios da Saphety.

Agradecendo à empresa-mãe pela oportunidade desta aquisição, Rui Fontoura, atual CEO da tecnológica, deixa uma garantia: "A todos os stakeholders, nomeadamente clientes, fornecedores e colaboradores, deixamos a garantia de que a Saphety se continuará a pautar pelas melhores práticas de mercado e processos de gestão alicerçados nos valores que sempre nos foram transmitidos pelo grupo Sonae".

Já Gonçalo Mendes, partner da Oxy Capital, diz que vê com "otimismo a continuação do desenvolvimento da Saphety como entidade de referência de faturação eletrónica para milhares de empresas em Portugal e no exterior".

A Saphety tem atualmente mais de 3.900 clientes e mais de 160 mil utilizadores em 37 países. Além de Rui Fontoura, a equipa de gestão, segundo o site da empresa,é composta por Paulo Gonçalinho (CFO) e João Pereira (CBDO).

A Sonae IM tem um portfólio de mais de 25 empresas internacionais de base tecnológica, tendo investido mais de 120 milhões de euros desde 2014.

 

Artigo publicado no Jornal de Negócios, a 07/03/2018.

URL: https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/tecnologias/detalhe/18-anos-depois-sonae-im-vende-100-da-saphety-aos-gestores

Subject: Colombia, Portugal, Brazil, International, 2019