Jornal Dentistry
13.9.2018

Faturação Eletrónica: por onde começar?

A menos de quatro meses do final do ano, as empresas fornecedoras da Administração Pública têm de começar a preparar os seus processos para estar em conformidade com a lei que entra em vigor no dia 1 de janeiro de 2019.
 

A partir de dia 1 de janeiro de 2019 entrará em vigor o novo Decreto-Lei que torna obrigatória a faturação eletrónica para empresas fornecedoras da Administração Pública. Estas deverão ter, à data, o sistema de faturação eletrónica totalmente operacional. A mudança representa para as empresas uma oportunidade de redução de custos e incremento da receita.

Para a Saphety, as empresas devem começar a preparar-se em cinco passos:

As empresas devem dar início ao processo de implementação da faturação eletrónica antes do prazo limite estipulado.
 
Para o efeito as empresas deverão selecionar um parceiro tecnológico de faturação eletrónica com capacidade para apresentar soluções adequadas ao tipo de negócio e à dimensão da empresa.
 
A solução apresentada pelo parceiro tecnológico de faturação eletrónica deve integrar facilmente com o ERP (software de gestão empresarial) de maneira a não comprometer o processo de implementação.
 
As empresas, em conjunto com o parceiro tecnológico de faturação eletrónica, deverão fazer uma análise e planeamento prévios, com levantamento de necessidades e sincronização entre os vários intervenientes.
 
A equipa interna das empresas, o parceiro tecnológico de faturação eletrónica e o implementador do software de gestão (ERP) deverão trabalhar em conjunto com vista a uma implementação ágil e bem-sucedida.

 

Notícia publicada na Jornal Dentistry, a 13/09/2018.

URL: https://www.jornaldentistry.pt/news/noticias/faturacao-eletronica-por-onde-comecar

Subject: Portugal, 2018, SaphetyDoc, EDI & Electronic Invoicing, Contratação Pública Eletrónica, SaphetyGov