Vida Económica
20.7.2018

As vantagens da faturação eletrónica para as empresas

Embora o Decreto-Lei n.º 111-B/2017 só obrigue a faturação eletrónica a partir de janeiro de 2019, no âmbito dos contratos públicos, a Saphety aconselha a iniciar a implementação do processo de forma voluntária para que esta transição “seja o mais suave possível”, disse a empresa em comunicado de imprensa.

A primeira vantagem da faturação eletrónica que a empresa advoga face à faturação eletrónica é a desmaterialização de processos, “permitindo uma maior agilidade na relação com os parceiros de negócio, diminuindo os processos administrativos, reduzindo desta forma o tempo de faturação e de recebimento”, acrescentando haver um impacto positivo em termos de redução de custos, não só para a empresa como para a economia em geral.

A segunda vantagem está exatamente relacionada com a poupança que a faturação eletrónica traz para as empresas. “Segundo a Billentis, estima-se que esta nova modalidade traga uma poupança de 50% a 70% nos processos de emissão e receção de faturas”.

O acesso a financiamento é outro dos benefícios que deve ser equacionado. “Com a faturação eletrónica os pequenos e médios empresários passam a ter acesso à possibilidade de financiamento das suas faturas (invoice financing), ou seja, passam a ter a oportunidade de comprar, vender ou transferir as suas faturas eletrónicas obtendo desta forma liquidez antecipada”.

 

Notícia publicada na Vida Económica, a 18/07/2018.

URL: https://cdn2.hubspot.net/hubfs/1889475/Documents/Clipping/2018/vida-economica-as-vantagens-da-faturacao-eletronica-para-as-empresas.png

Subject: EDI & Electronic Invoicing, Contratação Pública Eletrónica, SaphetyDoc, Portugal, SaphetyGov, 2018